Entre os mutuários estudantis que estavam em pagamento seis anos após a matrícula inicial na faculdade

A proporção média entre o pagamento mensal e a
renda era de cerca de 10,5%. Os autores concluíram que a alegação da mídia
popular de que os níveis de empréstimos estudantis são universalmente muito
altos simplesmente não é preciso. Pode até ser o caso de alguns alunos
emprestarem muito pouco e que os alunos possam, como resultado, investir
pouco em sua educação. Já mostramos que alguns indivíduos são avessos a
manter dívidas e podem evitar tomar empréstimos, enquanto outros podem
evitar recorrer a programas populares de ajuda federal por serem muito
complicados para usar de forma eficaz.
Em última análise, a maneira como os custos da faculdade e a dívida estudantil
afetam o valor do investimento da faculdade depende de uma série de fatores,
incluindo cálculos individuais e específicos da instituição envolvendo variações
nos ganhos por área de estudo e ocupação, se os alunos frequentam cursos
altamente seletivos ou menos instituições seletivas, e se eles terminam seus
estudos e obtêm um diploma. Todos esses fatores devem ser levados em
consideração para prever o retorno do investimento da faculdade e determinar o
valor “apropriado” da dívida. Conclusão Que fatores os futuros alunos devem
considerar antes de investir na faculdade? A maioria dos estudos que examinam
o impacto causal da faculdade sobre os rendimentos encontra um prêmio médio
de faculdade entre 7 e 15 por cento para cada ano de faculdade para todos os
estudantes universitários. Unoeste faculdade de informatica

Leave a Reply

Your email address will not be published.